Os casos da semana, por João Inácio

The Middle West.

Esta semana a cidade de Lisboa esteve em evidência. A Cimeira de Lisboa teve lugar nos dias 18 e 19 deste mês e contou com a participação dos 27 países constituintes da UE. Na agenda, a tentativa de chegar a um concenso em relação a um novo Tratado, baptizado como Tratado de Lisboa, que viria a substituir o fracassado projecto da Constituição Europeia, que falhou devido ao chumbo dos referendos em França e Holanda. A azáfama foi grande, o transito infernal, mas a nossa cidade esteve à altura dos acontecimentos; o acordo foi alcançado já na madrugada de 19, e as reinvindicações de Itália e Polónia foram resolvidas.

Desta feita, José Socrates esteve exemplar quando chamado ao uso da lingua inglesa, isto porque da última vez que o fez, perante televisões de todo o mundo em plena Casa Branca, e na companhia de George W.Bush, afirmou veementemente estar contente por ter debatido o problema do Kosovo «and», e passo a citar, «the Middle West problems».

Não há nada mais confuso que a terceira lingua mais falada em todo o mundo, ou nada mais traiçoeiro que os pontos cardeais da rosa dos ventos?
É caso para dizer: A bird in the hand is worth two in the bush.

Uma multa à Mike Tyson.

Trinta e cinco mil euros, sim. É o que “Felipão”, presença assídua nesta rubrica, vai ter de desembolsar devido ao seu gesto anti-desportivo que por momentos recordou o grande campeão de pesos pesados Mike Tyson e o seu temperamento dificil. Esta quantia reverterá para um fundo fair play que a fundação de Gilberto Madail pretende criar «como exemplo para todo o futebol português». Até aqui tudo bem.

Vejamos então: O Seleccionador de Portugal tenta esmurrar um jogador da equipa adversária, é punido pela UEFA em quatro jogos, vê a sua sentença reduzida para três, depois é conhecida a coima de 35 mil euros, e, por fim, o presidente da FPF decide criar um fundo para onde irá esse dinheiro.

Até aqui tudo bem!

Fast Food e McDonalds.

É por dia 16 de Outubro que se celebra o dia mundial da alimentação. Neste dia, todos os anos, são revelados números impressionantes acerca desta temática, mas que volvida uma semana são remetidos a esquecimento mais uma vez.

De acordo com os numeros divulgados, cerca de 854 milhões de pessoas em todo o mundo não têm alimento, ou seja, 14% da populaçao mundial.

Em Portugal não temos numeros concretos em relação a estes dados mas, segundo o INE, dois milhões de portugueses vivem com menos de 350 euros, 70 contos na moeda antiga, o que não chega para as necessidades básicas de alimentação.

Também por esta altura são evidenciados os maus habitos alimentares, dos que têm possibilidades e não as aproveitam. Portugal conta com cerca de 120 restaurantes em todo o seu território, com lucros impressionantes. Quem nunca comeu um hamburguer no McDonalds? Fica a questão em semana do dia mundial da alimentação.

Prémio Nobel choca com afirmações.

James Watson, responsável pela descoberta da estrutura da dupla helice do ADN humano, revelou a sua teoria «sobre a alegada base genética das diferenças de coeficiente intelectual entre indivíduos de raças distintas».

Neste estudo, o investigador incide sobre o continente africano pelo que tem sido invariavelmente acusado de declarações racistas, o que o próprio se defende baseando-se em conclusões cientificas, pedindo desculpa à comunidade africana.

Um caso que vai dar que falar!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: